Quem não tem coração e atitude de ovelha, não serve para ser pastor. A autoridade provém da submissão e o governo é legitimado pelo serviço.

quinta-feira, 16 de dezembro de 2010

Deus não te chamou para ser estéril


Introdução
ESTERILIDADE é : “incapacidade temporária ou definitiva de gerar filhos”.
Quero aproveitar este período de final de ano em que somos cercados por retrospectivas e oportunidades de avaliarmos nossos desempenhos nas mais variadas áreas de nossa vida e propor uma reflexão à cerca de nossa vida diante do Reino.

Pergunto respeitosamente à você, se neste olhar você consegue perceber mais perto de você a fertilidade? Não? Calma!

Não quero que você fique 100% preocupado ou assustado, não comece se culpar ou penalizar, quero fazer duas considerações importantes a este respeito.

1.     A esterilidade não é procurada.
Temos alguns exemplos de esterilidade na bíblia e podemos perceber que em nenhum dos casos as pessoas procuraram esta situação. Quero dizer com isso que você não precisa ficar se culpando por se sentir estéril, não deve se martirizar por achar que se tornou estéril por culpa sua, por maldição hereditária ou coisas do tipo. Não consigo acreditar que você (um crente em Jesus Cristo)acordou um dia sonhando em ser ou se tornar estéril. Claro que não.
Mas, a segunda consideração também deve ser percebida.

2.     A esterilidade não é bem-vinda
Além de percebermos que elas se tornaram estéreis sem fazer algo para alcançar isso, percebemos também que não se conformaram com esta situação. A esterilidade também não pode ser vista como algo comum e tranquilo, bom para nossa vida. É preciso que aja incômodo em nosso coração pela ausência de filhos, pela ausência de frutos. Você não pode se conformar com a realidade da esterilidade, você não pode se achar normal, pois o normal é que sejamos fecundos.

Vamos aprender algumas lições a este respeito tendo como base as vidas das mulheres estéreis citadas nas escrituras e que O Senhor nos dê entendimento para aprender com cada uma delas.

1ª lição - Sara: Gênesis 17: 15-22
Sara tinha 90 anos e, ao ouvir a palavra do anjo para seu marido duvidou por causa de sua idade avançada e por já ter ultrapassado o período produtivo das mulheres.
Queridos entendam que não há impossíveis para Deus e talvez você acredite que seu período fértil já acabou, que agora é a vez dos mais novos trabalharem, que seu período de evangelizar e ganhar almas já foi e agora é hora de descansar. Saiba que para O Senhor não existe esta distinção. Talvez você tenha conquistado este direito em sua vida profissional e eu louvo a Deus por isso, espero que aproveite, mas diante dos céus a sua vida precisa ser produtiva, diante do Altíssimo não existe velhice para gerar filhos. Deus está dizendo para você: "não há impossíveis para mim e eu farei com que você produza filhos".

Não importa a sua idade, você pode gerar filhos!

2ª lição - Rebeca: Gênesis 25: 21-26
Rebeca foi trazida para junto de Isaque e os dois se apaixonaram, casaram-se, mas, o mesmo acontecia com ela e não conseguia gerar filhos e assim foi durante vinte anos de relacionamento, até que Isaque orou Ao Senhor.
Queridos entendam que muitas vezes não estamos gerando filhos e não estamos falando com Deus a este respeito. Percebam que no caso de Abraão este diálogo era permanente e ainda assim a lição de Deus na vida de Sara é outra, mas aqui vemos que Isaque não esperou que Rebeca chegasse aos 90 anos, mas ele aguardou o tempo natural (creio eu), mas, foi logo diante do Pai que lhe ouviu a oração. Deus está dizendo à você que deseja ouvir a sua oração, deseja ouvir o seu clamor por filhos. Oramos por tantas coisas e por tantos motivos: por enfermos, por trabalho, por bens, por saúde, por família, por construção, por carro novo, por faculdade, por alimento, por concílios, por lideranças, mas, temos orado por filhos espirituais?

Não importa sua condição, Deus ouve sua oração e você pode gerar filhos!

3ª lição – Raquel: Gênesis 29: 31 a 30:2
Raquel foi conquistada após 14 anos de trabalho junto a seu pai Labão, apresentava a mesma condição de suas antecessoras, ela também era estéril e se vê irada diante da fertilidade de sua irmã mais velha, bem como das empregadas que foram dadas a seu marido Jacó.

Queridos, precisamos entender que a nossa atenção e preocupação não deve estar nas pessoas ao nosso redor ou nas igrejas à nossa volta. Tenho ouvido falar muito sobre algumas igrejas: se tem muita gente é inchaço, roubam das outras, pescam em aquário, oferecem um evangelho barato, são muito liberais.... Na verdade ao fazermos isso e nos voltarmos para estas situações, estamos nos assemelhando a Raquel que se preocupava mais com as mulheres à sua volta do que com sua própria necessidade de gerar filhos.

Não importa o que tem acontecido à sua volta, você pode gerar filhos!
 
4ª lição – Mãe de Sansão: Juízes 13: 2-5
Esta mulher aparece na história e nem tem seu nome citado, em nenhum lugar encontramos atribuição ao nome desta mulher, ou seja, diferente das anteriores ela é apenas lembrada por ser a mãe de Sansão. Assim como as outras ela se torna conhecida por ser estéril e passar a dar frutos. Viver um milagre.

Queridos, precisamos entender que gerar filhos está ligado a frutificar e não a ter méritos. Entendam que esta mulher não tem seu nome citado e podemos aprender que mesmo que eu seja um “zé ninguém” aos olhos das pessoas, diante de Deus sou alguém que pode passar a produzir frutos. Não se importe se seu nome não é dos mais conhecidos ou bonitos, se seu sobrenome não faz parte da história da igreja metodista ou outra qualquer, mas, lembre-se que mesmo uma pessoa que nem tem seu nome citado nas escrituras está relacionada como alguém que não poderia produzir, mas passou a poder produzir pela Obra do Senhor.

Não importa se você não é conhecido, você pode gerar filhos!

5ª lição – Ana: 1 Samuel 1: 5 a 8
Ana recebia porção dobrada de seu esposo, recebia honras maiores que sua concorrente, seu esposo se coloca diante dela como se ele pudesse ser melhor que dez filhos, entretanto o coração de Ana não se deixa iludir, ela desejava cumprir o propósito de Deus em sua vida: gerar filhos. Ana não se contenta com um marido, ela anseia por filhos.

Queridos, precisamos entender que algumas pessoas vão se achegar a nós e isso é normal. É comum convidarmos um amigo que está desviado dos caminhos do Senhor, é comum convidarmos alguém que é de outra igreja e esta pessoa se sentir bem em nosso meio, é comum recebermos pessoas que vieram de outras realidades por diversos motivos, mas não podemos nos contentar em receber gente de outras igrejas, todas elas são importantes diante do Pai, mas, precisamos gerar filhos. Ana não se contentou com um marido que “valia por dez filhos” para ela mais valioso era ao menos um filho.

Não importa se há outras pessoas ao seu redor, você pode gerar filhos!

6ª lição – Isabel: Lucas 1: 5-7 e 3: 57 a 63
Isabel levava sua vida de forma aparentemente tranquila, diferente das mulheres citadas anteriormente ela não apresenta desespero por filhos, algo que poderia parecer estranho diante da cultura e das pessoas, até seu esposo estava trabalhando normalmente na condição de sacerdote e sua vida corria bem.

Queridos, não é assim muitas vezes em nossa vida? Algumas situações nos levam a entender que está tudo bem e não precisamos nos preocupar com "essa história" de gerar filhos. Podemos continuar vivendo tranquilamente, afinal de contas, as coisas vão bem, como iam para Zacarias e Isabel. Entretanto o anjo aparece para anunciar algo novo, algo grande que aconteceria na vida deles, eles iriam gerar aquele que precederia Jesus. Ao ler o texto e perceber a decisão pelo nome entendo que ela está abrindo mão do costume ou do tradicionalismo para viver algo novo, aquele fruto representava novidade de vida. Gerar filhos é isso. O filho represente novidade. Nenhum filho é igual ao outro. Não podemos nos prender aos filhos que já foram gerados e cresceram. Não podemos ficar limitados e vivendo de passado. Ela não aceita o mesmo nome do marido e não se preocupa com o fato de não ter nenhum João na família, mas acolhe a direção divina.

Creio que Deus vai te levar a viver o sobrenatural de maneira tão intensa que você irá além de seus arraiais, você irá além de sua visão, irá além daquilo que jamais sonhou. Não se deixe limitar, mas entenda que filho é novidade, cada filho é algo novo. Deus vai te mostrar pessoas e te dar estratégias.

Não importa o que você já tenha gerado no passado, você pode gerar filhos!
 
Conclusão: Será que não conseguimos perceber a importância de gerar filhos?
Gerar filhos é fundamental para a vida cristã. Você pode se achar velho, incapaz, inexperiente, pode encontrar a justificativa que for, mas uma verdade você não pode negar. Você precisa gerar filhos.

Deus te chamou para a FERTILIDADE e não para a esterilidade. Deus te chamou e tem te enviado para que vás e deis muitos frutos. É para isso que fomos chamados das trevas, para anunciarmos a maravilhosa luz, o Nome Poderoso de Jesus.

Importante
Nenhuma destas pessoas se preocupou com a quantidade de filhos, algumas até geraram mais filhos após o milagre da fertilidade, mas as multidões e conquistas vieram por meio dos filhos que marcaram a mudança de vida.

Queridos, precisamos aprender que você não precisa sair desesperado tentando gerar muitos filhos, mas, precisa se preocupar em gerar e cuidar de ao menos um filho. Imagine se ao término do próximo ano você tiver gerado ao menos um filho. Imagine se cada um de nos tiver feito ao menos isso.

Encerro deixando o meu desafio e minha palavra de incentivo. Sejamos mais ousados, sejamos mais intrépidos e acima de tudo, mais sensíveis ao falar de Deus. Tenho plena convicção de que o Senhor nos dará esta dádiva, como fez com estas mulheres.

Preocupe-se em gerar ao menos um filho saudável e O Senhor te proporcionará gerar mais e mais!

Encerro lembrando uma das tão conhecidas frases de John Wesley que ao meu ver entendeu a importância de gerar filhos:
“Senhor, dê-me cem homens que nada temam, senão o pecado e nada desejem senão a Deus e eu abalarei o mundo e moverei os portões do inferno".

Que eu e você sejamos parte destes 100 homens, pois sabemos que eles fizeram uma grande diferença na Inglaterra e no mundo.

Seu companheiro de caminhada
Pr Denilson Gomes da Silva

Fonte: site da IM Guarulhos, clique aqui.

Nenhum comentário:

Postar um comentário