Quem não tem coração e atitude de ovelha, não serve para ser pastor. A autoridade provém da submissão e o governo é legitimado pelo serviço.

sexta-feira, 9 de dezembro de 2011

Enfrentando Ventos Contrários

Texto: Pr. Márcio Valadão


Superar obstáculos e alcançar objetivos também são planos de Deus
Na nossa vida almejamos realizar sonhos, alcançar alvos. Todos nós queremos chegar a algum lugar, preferencialmente o da vitória, do sucesso, da prosperidade, da bênção, da alegria e da fé. Mas, nesta jornada, encontramos também circunstâncias, ventos contrários, que insistem em nos fazer desistir e tufões que querem nos destruir. Todavia, Deus tem um plano, Ele tem sempre um projeto para a nossa vida.


Diante da aflição, algumas pessoas perguntam: "Por que coisas ruins acontecem com pessoas boas como eu?" Não existem coisas ruins vindas de Deus, ao contrário, Deus tem coisas maravilhosas para seus filhos. Entretanto, quando não temos essa compreensão em nossa vida, passamos a andar por caminhos tortuosos que nos levam a circunstâncias difíceis. Mas quando seguimos a vontade do Senhor, ouvimos a sua voz a nos guiar, o vento pode soprar mais forte, pode vir tufão, o barco balançar de um lado para outro, haver perdas, todavia, as vidas serão salvas e chegaremos ao destino para cumprirmos o propósito de Deus para nós.


Em Atos 27, vemos que o apóstolo Paulo fez uma viagem com alguns companheiros de fé. Nesse percurso, houve muita tribulação e você pode pensar que pelo fato de ele estar vivendo conforme o querer do Senhor, tudo seria tranqüilo, cheio de alegrias, mas não foi assim que aconteceu. E tal como aconteceu com ele, pode acontecer também com você. Você pode estar fazendo a vontade de Deus, mas está passando por tantas circunstâncias, tribulações e situações difíceis.


Paulo viajou como prisioneiro, numa cabine de prisioneiro, comendo comida de prisioneiro. E já no primeiro momento a viagem não foi tranqüila. É no início que o vento sopra com toda fúria. Nesse momento duas coisas podem acontecer: ou as pessoas abandonam a viagem, a caminhada ou elas agüentam firme. Normalmente quando você busca servir a Deus, fazer a vontade dele, o inimigo se levanta. Moisés, José, os discípulos e o próprio Jesus vivenciaram adversidades em suas vidas. No entanto, quando estamos fazendo a vontade de Deus temos paz em nosso coração. Algo que podemos guardar em nosso coração é que não existe nada na nossa vida que Jesus não esteja vendo. Ele vê além do que os nossos olhos podem ver. Ele sonda nosso coração e vê, conhece os nossos pensamentos, conflitos, lágrimas, a nossa angústia, Ele conhece os ventos contrários que assolam a nossa vida.


A crise não desenvolve o nosso caráter, ela revela o nosso caráter. E quando você tem essa compreensão, diante da crise, não abandona o barco, não desiste.


Extraído: http://www.creio.com.br/2008/mensagens01.asp?noticia=932

Um comentário:

  1. Interessante a frase "A crise não desenvolve o nosso caráter, ela revela o nosso caráter", o que vemos é justamente isso, nos momentos mais frágeis que estamos passando em nossas vidas, ficamos da forma que somos, e daí entendo o que Paulo quiz dizer é na fraqueza que se aperfeiçoa o amor e também é quando estamos fracamos aí que estamos forte. Penso não devemos nos achar nem os coitadinhos e nem o fortão, mas devemos expressar o que sentimentos e deixar Deus trabalhar em nossas vidas e no nosso caráter. Abraços a todos...

    ResponderExcluir